Topo Geral
Outubro Rosa

Diagnóstico precoce do câncer de mama aumenta em 95% as chances de cura

O Inca estima que mais de 66 mil novos casos de câncer de mama serão diagnosticados no Brasil, até 2022

21/10/2021 14h05Atualizado há 2 meses
Por: Redação
Fonte: Assessoria
23

No Brasil e no mundo, o câncer de mama é o mais frequente entre as mulheres. No país, segundo a Agência Internacional para Pesquisa em Câncer (Iarc), representa cerca de 30% dos novos casos de câncer neste público. O Instituto Nacional do Câncer (Inca) estima que mais de 66 mil novos casos de câncer de mama serão diagnosticados no Brasil, até 2022. Esses dados alarmantes demonstram a importância do Outubro Rosa, movimento mundial de conscientização sobre a prevenção da doença (e, hoje, amplificado para outras temáticas que envolvem o contexto feminino).

A boa notícia é que, com o diagnóstico precoce do câncer de mama, a mulher tem até 95% de chances de cura. Para potencializar o incentivo aos cuidados com a saúde e o compartilhamento de informações, como fatores de risco (sedentarismo, consumo de álcool, má alimentação, obesidade, entre outros) e prevenção (autoexame, mamografia, atividades físicas e outros hábitos saudáveis), o Instituto Conquistense de Oncologia (Icon) aderiu a ações de conscientização no Outubro Rosa, em parceria com o Centro de Diagnóstico por Imagem (Imad), para iniciativas que evidenciam a importância de uma equipe multidisciplinar para o diagnóstico precoce e para o tratamento adequado da doença.

CAMPANHA A VIDA NOS UNIU

A campanha de conscientização A vida nos uniu destaca a união entre Icon e Imad em prol da luta pela prevenção contra o câncer e reforçando a importância dos cuidados à saúde para mulheres e homens, em todos os meses do ano. Na linha de frente da campanha, o oncologista Dr. Leonardo Cunha, do Icon, explica que o prognóstico de qualquer câncer depende do estágio. “Uma mulher com câncer de mama inicial pode ser tratada com uma cirurgia com preservação da mama e uso posterior de modulação hormonal. Já uma mulher com doença avançada pode necessitar de quimioterapia e cirurgia radical, com chance menor de cura”, afirma, categórico.

Para evitar a segunda opção, a mastologista do Imad, Dra. Izabel Andrade, uma das representantes da campanha, reforça que a mamografia deve ser realizada a partir dos 40 anos, anualmente, mas alerta que os cuidados devem começar antes, para as mulheres com alto risco de desenvolverem a doença. “Essas pacientes são aquelas que têm parentes de primeiro grau que tiveram câncer de mama ou de ovário e pacientes com mutação genética”, descreve.

SIMPÓSIO OUTUBRO ROSA: SAÚDE E DIREITOS DA MULHER

Para ampliar ainda mais a discussão sobre o Outubro Rosa, o Icon fechou parceria com o 1º Simpósio Outubro Rosa: Saúde e Direitos da Mulher, que acontecerá no dia 23 de outubro, no auditório do Cemae (das 8h às 12h30). O evento abordará, numa série de mesas redondas, a prevenção do câncer de mama, saúde e sexualidade feminina, direitos sociais e econômicos, empreendedorismo e ações de prevenção e combate à violência e ao feminicídio, contando com a presença de profissionais das áreas da Medicina, Psicologia, Direito, Sociologia, Gestão e Política, e com a mediação de Cauto Freitas, gerente executivo da TV Sudoeste.

Idealizador do evento, o oncologista do Icon Dr. Renato Marinho destacou que o cuidado às mulheres vai além do combate ao câncer de mama: “o momento atual exige um debate mais amplo e profundo em nossa sociedade. Temas como prevenção do câncer de mama, sexualidade, saúde mental, direitos da mulher, empreendedorismo e combate ao feminicídio são urgentes e fundamentais”. Na ocasião, vão representar o Instituto nas discussões: Dr. Renato Marinho, Dra. Daniele Pedreira (diretora médica) e  Tayane Porto (diretora administrativa).

O simpósio, gratuito, é destinado a profissionais e estudantes das áreas das ciências da saúde e das ciências humanas. As vagas são limitadas e as inscrições podem ser feitas por meio do site: bit.ly/simposioutubrorosa.  Para confirmar a inscrição, é necessária a doação de 1kg de alimento não perecível no dia do evento. As doações serão destinadas para o projeto social Casa do Amor. Para mais informações, direct do Instagram do Icon (@clinicaicon).

O encontro conta com o apoio do Icon, Fainor, Arezzo, Ana Capri e das agências vOceve Multicomunicação e Gente Propaganda.