Topo Geral
Trânsito

Com cadeiras de rodas no lugar dos carros, Prefeitura alerta sobre o uso indevido das vagas para pessoas com deficiência

Chamou atenção as cadeiras de rodas ocupando as vagas com frases como “só vou ali”, “é rapidinho”, “volto já”

21/10/2021 14h00
Por: Redação
Fonte: Secom PMVC
8

Alcançou grande repercussão a ação promovida pela Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob) no sentido de conscientizar motoristas a não estacionar veículos nas vagas destinadas a pessoas com deficiência.

Em oito vagas de estacionamento da Praça Barão do Rio Branco foram colocadas cadeiras de rodas com frases como “só vou ali”, “é rapidinho”, “volto já” e outras desculpas apresentadas por motoristas que não têm direito, mas acabam utilizando as vagas.

Segundo a secretária de Mobilidade Urbana, Tônia Rocha, o propósito da campanha é a humanização do trânsito, conscientizando as pessoas a se colocarem no lugar do outro. “Muitos ocupam indevidamente vagas, que precisam realmente ser respeitadas”, enfatizou.

A população aprovou a campanha. Vendedor na praça Barão do Rio Branco, Elenito Gomes vê muitos motoristas ocupando as vagas indevidamente. “Isso é muito chato, principalmente quando a pessoa que têm direito a vaga precisa vir ao banco fazer prova de vida e não encontra lugar para parar”.

Fabrício Mota, que também trabalha nas proximidades sugeriu que a campanha fosse feita mais vezes. “Por mim colocavam cadeiras de roda em toda a praça pois é chato quando as pessoas fazem as coisas erradas”.

Ao utilizar as vagas da zona azul destinadas a pessoa com deficiência, o motorista deve ter em mãos o cartão de estacionamento para deficiente. Para ter acesso ao cartão, o interessado deve se dirigir à sede da secretaria munido de cópias do documento de identificação, comprovante de residência e laudo médico com código CID-10.