Topo Geral
Homenagem

Professora Elisabeth, vítima da Covid, vai virar nome de praça em Conquista

A proposta foi apresentada à Câmara de Vereadores pela vereadora Viviane Sampaio

09/10/2021 20h01
Por: Ailton Fernandes
11
Com mais de 40 anos na educação, Beth era diretora da Escola Normal
Com mais de 40 anos na educação, Beth era diretora da Escola Normal

Uma das vítimas da Covid-19 em Vitória da Conquista foi a professora Elisabeth Maria Couto, em 6 de maio desse ano. Então diretora da Escola Normal (IEED), a educadora era bastante conhecida e respeitada na cidade. Como forma de eternizar a sua lembrança, o nome de Beth será dado à praça do bairro Boa Vista, na Avenida Laura Nunes. 

A homenagem foi proposta à Câmara de Vereadores pela vereadora Viviane Sampaio (PT), por meio do projeto de lei 132/2021, que começou a tramitar nesta sexta (8) no legislativo municipal. “Muito mais que uma homenagem, é uma forma de agradecer à professora por ter dedicado sua vida à educação. Quem conheceu Beth sabe o quanto ela era zelosa e compromissada com o seu trabalho, colegas e  alunos. Por onde passou, deixou marcas positivas e boas referências”, publicou a vereadora nas redes sociais.

Elisabeth Maria Couto nasceu em 1957 na cidade de Macarani (BA) e veio para Conquista em 1975, onde fez graduação em Ciências Exatas na Uesb e iniciou sua trajetória na educação, como professora do município. Na rede estadual, a partir de 2002, ensinou no Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães, no Centro Noturno de Educação da Bahia (CENEB) e no Instituto de Educação Euclides Dantas (IEED). Era casada com João Messias Pereira Couto, com quem teve quatro filhos.

A professora estava internada no Hospital de Base, quando veio a óbito, no 13º dia de internação.