FIB 24
Bahia

5ª Conferência Estadual de CT&I reunirá representantes de todos os territórios da Bahia nesta quinta-feira

Evento visa analisar propostas das plenárias macroterritoriais e elaborar relatório final para impulsionar políticas de inovação no estado. O post ...

03/04/2024 11h57
Por: Redação
Fonte: Secom Bahia
Foto: Gabriel Pinheiro
Foto: Gabriel Pinheiro

Com o propósito de promover o desenvolvimento de políticas públicas científicas, tecnológicas e inovadoras mais eficazes na Bahia, o Governo do Estado, através da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), está executando a 5ª Conferência Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação (Cecti) com o tema “Por Uma Bahia Mais Inovadora”. A primeira fase incluiu 11 plenárias macroterritoriais, com cerca de três mil participantes e mais de mil propostas. A próxima etapa será a conferência estadual, nos dias 4 e 5 de abril, em Salvador, com a abertura oficial no dia 4, às 18h, com a participação de cerca de 300 representantes eleitos nas conferências macroterritoriais. Até agora, a 5ª Cecti da Bahia é a maior do Brasil em termos de mobilização e representatividade.

O evento terá painéis dedicados a cada um dos quatro eixos temáticos, nos quais especialistas conduzirão debates. No segundo dia, os participantes discutirão e avaliarão as propostas sistematizadas em grupos correspondentes aos eixos. Após essa etapa, uma plenária final será conduzida para analisar as proposições apresentadas nos grupos e elaborar o relatório final da conferência. Esse documento orientará a formulação da nova política estadual de ciência e tecnologia e atenderá as demandas da conferência nacional, que acontece entre os dias 4 e 6 de junho.

Para o secretário da Secti, André Joazeiro, o encontro encerra o trabalho realizado durante as plenárias do interior e da região metropolitana. “Estamos nos preparando para finalizar a 5ª Cecti. Com 11 plenárias macroterritoriais, esse processo foi enriquecedor, marcado por diálogos significativos que percorreram todos os territórios do estado. Juntamos representantes da academia, do setor produtivo, do setor público e da sociedade civil para dar voz às suas necessidades em CT&I. Agora, nos dias 4 e 5, os representantes eleitos contribuirão para a sistematização do documento final. Essas propostas serão essenciais para impulsionar essas áreas em nosso estado”.

O assessor de Planejamento e Gestão da Secti, que é também coordenador Geral da 5ª Cecti, Edson Valadares, compartilha suas expectativas em relação ao evento. “Estou bastante otimista com o que está por vir. Nós fizemos as conferências macroterritoriais de forma brilhante, com aproximadamente três mil pessoas participando das discussões. Foram quase mil propostas apresentadas nos quatro eixos. Então, espero que esses quase 300 representantes eleitos possam aprofundar o debate e formular a melhor proposta possível para o desenvolvimento da ciência e tecnologia em nosso estado”.

Fonte: Ascom/Secti

Ele1 - Criar site de notícias