FIB 24
Comportamento

O essencialismo é uma linha reta e precisa

Uma reflexão sobre nossas escolhas cotidianas

Sem tabus

Sem tabusReflexões e desabafos de Lu Rosário sobre a vida, amores e despudores.

24/02/2022 15h28
Por: Redação

Que precisamos ser objetivos na vida, disso eu sempre soube. Que dizer “não” é fundamental, também. Mas é muito importante quando lemos um livro que nos aponta coisas cotidianas como forma de reafirmar e falar muito sobre o nosso modo de vida corrido e, muitas vezes, sem metas assertivas e tantos êxitos. 

O livro ao qual me referi acima é “Essencialismo: A disciplinada busca por menos”, escrito por Greg McKewon. A partir dele, a gente passa a refletir sobre o quanto existem ruídos ao nosso redor fazendo com que percamos o foco. Somos autossabotares em potencial. Não somos bons em fazer boas escolhas e vivemos o tempo todo inventando desculpas para as trivialidades que caminham ao nosso lado.

Como não sabemos o que priorizar, pluralizamos a palavra e, em vez de termos uma prioridade, temos prioridades. Sendo assim, em vez de seguirmos uma linha reta, caminhamos em várias direções tornando a qualidade do nosso tempo ruim, mantendo nosso emocional fragmentando e não conseguindo o resultado que gostaríamos naquilo que realmente faz muito mais sentido pra gente.

Eu digo tudo isso em relação ao trabalho, ao estudo e até mesmo às relações que estabelecemos. Se nossa vida é uma correria, a gente nunca sabe por onde começar e vive tentando se multiplicar para dar conta de mil coisas – algo está errado.

Ser essencialista consiste em ter clareza, escolher o que realmente quer, pensar, repensar, tomar decisões sábias, planejar-se e manter o foco. É ter grandes resultados sem que você precise demandar todo o esforço do mundo. Consiste também em ter coragem e um estilo de vida saudável – uma boa noite de sono torna qualquer dia mais produtivo. 

Se você me perguntar como tenho me saído na prática, além de todas essas palavras, eu digo: estou no processo de refletir sobre o que posso deixar para trás. O essencialismo não é uma tarefa fácil, mas é possível. Eu sei onde quero chegar e não tendo dúvidas de que os resultados virão quando eu me debruçar mais, me planejar melhor e fazer um plano de ação possível. Mas e você, onde se encaixa aqui?

Ele1 - Criar site de notícias